O Dia Em Que Eu Pensei Que Ia A Um Concerto De Natal E Acabei No Meio De Um Culto

(A minha amiga vai-me matar por eu contar isto, mas se eu não conto isto, eu morro.)

Uma amiga minha foi convidada para um concerto de Natal e pediu-me para a acompanhar. O facto de ela ter dito que o concerto de Natal era com música religiosa não me surpreendeu porque, bem, era um concerto de Natal. Ela tinha-me também dito que era um concerto de Natal rock, por isso, na boa, lá concordei ir; na altura em que ela me convidou eu não tinha muito mais a fazer a não ser ficar em casa sem fazer nada.

Chegámos ao local do concerto e, logo à entrada, há um placard bem grande com o tema do concerto: Wake Up 4 Jesus. Ohoh, pensei. Oh.oh.

Entrentanto, em conversa e já sentadas nos nossos lugares, a minha amiga menciona que aquilo é um concerto organizado por umas pessoas com quem ela trabalha, que é organizado pelo grupo religioso do qual a cliente dela faz parte, que é Evangelista. Grande Ohoh. 

(A minha amiga não fazia ideia daquilo em que consiste a práctica da religião Evangelista. Já eu, para o bem ou para o mal, sabia perfeitamente.)

O concerto começou pouco depois das 19h00 e a minha amiga tinha prometido à cliente lá ficar até às 20h30, visto que tinhamos uma festa de aniversário nesse dia.

As músicas não eram – apesar do conteúdo religioso – más. A banda era boa, até. Tudo corria bem até a sala inteira se começar a levantar e a cantar de braços erguidos, até eu ouvir Améns gritados como quem num concerto de rock entoa “hell, yeah!”, e até o vocalista começar a pedir às gentes para olhar para o lado, para a frente e para trás, e abraçar os vizinhos. Olhei para a minha amiga em pânico e pedi-lhe que, pelo amor de Deus – ahah, que ironia que essa noite foi em relação a expressões linguísticas – olhasse para mim, para que ninguém do lado, da frente ou de trás, nos viesse abraçar.

Senti-me tão hipócrita e tão cínica naquela hora, não porque eu ache que sou obrigada a acreditar numa religião, mas senti-me como se eu fosse uma espiã ali infiltrada; eu não partilho as crenças daquele grupo, mas ali estava eu a ver o espectáculo e a achar uma loucura e exagero a fé dos outros. Ali estávamos nós a tentar não nos rirmos, por piada e por quase pânico, por nos sentirmos quase no meio de um culto. E, caraças, nunca uma hora e meia demorou tanto a passar.

De repente, a banda sai do palco, o vocalista agarra numa Bíblia e eu quase que morri ali na hora. Pronto, é agora que nos descobrem, pensei. É agora que nos exorcizam os nossos demónios interiores. Mas não. Ele falou e falou, basicamente disse que havia pessoas que tinham à sua frente o caminho para a liberdade – o Senhor – mas que achavam, porque ouviam os maus conselhos de outros, que a liberdade não existia. E eu ali, a saber que aquilo, não sendo dirigido especificamente a mim, era uma mensagem para mim e para todos os não-crentes.

Que Deus nos livre disto, sussurrei à minha amiga, apercebendo-me de imediato que Deus é que nos tinha colocado ali.

Finalmente, o sermão acabou, as 20h30 chegaram e nós saímos de mansinho. Se Deus quiser, para nunca mais.

Carina Pereira

 

Nota: não tenho qualquer tipo de problema com quem acredita, tem fé e a practica. Para mim, foi simplesmente estranho ver-me num ambiente quando não sou crente numa religião e não a practico. Senti apenas que estava num lugar no qual não tinha sequer direito a estar. E, para mim, isso foi tão assustador quanto hilariante. 

Anúncios

4 thoughts on “O Dia Em Que Eu Pensei Que Ia A Um Concerto De Natal E Acabei No Meio De Um Culto

  1. O Miau do Leão diz:

    Ô Carina, voltou o meu ataque de tosse e não sei pq! Kkkkk kuf kuf
    Li p tds aqui em casa.kkk
    Sabes q sou filha de pastor e minha família é de evangélicos. Vcs estavam no ‘pior’ grupo, os pentecostais. Adoram esses gritos, exorcizar, falar em línguas, etc
    Eu era a ovelha negra, sou. Kkkk E vou para o inferno! Kkkk

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s