Não-Poesias | #9

Fujo de onde estás.

Viajo por aí para além de

Outro oceano

Outro continente

Outro hemisfério.

É inútil fugir para longe daquilo

Que reside em nós;

Carrego-te assim à volta do mundo

Como quem carrega o fardo de uma morte anunciada.

Não posso fugir de mim

logo

Não posso fugir de ti.

Carina Pereira

in “Não-Poesias”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s