Boteco Das Tertúlias #15 | Adamastor

O Natal está quase a chegar e, para terminar o ano em beleza, o Boteco traz mais uma imagem como inspiração, fotografia cedida pela botequeira Susana. É a estátua do Adamastor, em Lisboa.

Eu fiz dessa imagem um poema.

15380630_10208021712206533_3853249796903398681_n

 

*

Um passo, dois passos em frente

A vida treme e o corpo sente

E a mão que avança, recua outra vez

Um passo, dois passos, nunca três.

 

Um passo, dois passos em frente

O coração esquece ser a gente

E a coragem falha, a alma em revés

Um passo, dois passos, nunca três.

 

Um passo, dois passos em frente

E a vida lá vai, morre lentamente

As memórias falham, a história que relês

Foi um passo, dois passos, nunca três.

 

Um passo, dois passos em frente

E o sonho à distância de uma mão estendida

A escolha é sempre ser escravo do sonho,

Ou ser escravo da vida.

 

Um passo, dois passos, então três

O Adamastor ergue-se, não o vês?

É o medo que guardas por dentro.

Mais um passo: três.

Vai, agora é sempre o momento.

*

Não se esqueçam de visitar os outros botecos!

Anas Há Muitas

A Limonada Da Vida

Espresso And Stroopwafel

Life’s Textures

Carina Pereira

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s