Tag Liebster Award

A Aninha Ferreira, do blog Aquele Cantinho nomeou-me já há duas décadas para responder a esta tag e hoje, finalmente!, meti mãos ao trabalho. Obrigada, Aninha! 😀

Liebster-Award

regras

11 Factos Sobre Mim:

  1. Nasci na Póvoa de Varzim mas vivo na Bélgica desde 2011;
  2. Falo Português (duh), Inglês, Holandês e estou a aprender Italiano (2º ano);
  3. Vivo sozinha desde Novembro de 2015;
  4. Adoro ler livros e sou fã de Harry Potter desde os 13 anos;
  5. Os meus autores favoritos são José eduardo Agualusa e Mia Couto;
  6. Adoro música, principalmente Fado;
  7. Sei tocar um pouco guitarra clássica;
  8. Colecciono corujas;
  9. Uma das minhas coisas favoritas é ir ao cinema;
  10. Adoro – mesmo muito! –  andar de comboio (mas tenho medo de andar de avião);
  11. Mantenho um diário sobre o dia-a-dia e um diário de sonhos, onde aponto o que sonho.

Respostas às perguntas colocadas:

1. Prefere ler um livro ou ver um filme?

Diacho, isto é muito complicado de escolher! Em geral, costumo ler mais, mas ultimamente tenho visto várias séries e filmes (blame it on Netflix!). No entanto, continuo a achar que ler é mais prazeiroso do que ver filmes.

2. O que mais o faz relaxar?

Yoga faz-me relaxar, embora já não pratique há uns belos meses. Dormir, quando sei que não tenho horas para acordar, faz-me relaxar. Andar de comboio faz-me relaxar. Ler faz-me relaxar, assim como ir ao cinema ou ouvir boa música. Não sou esquisita, como se vê.

3. Qual o tema do primeiro post?

O meu primeiro post neste blog é uma crónica à minha saudade por Portugal. Cheesy, I know. 

4. Qual o seu blog favorito?

Ui, isto agora! Gosto muito do Desabafos Em Rodapé, porque a Mia escreve sem pretenção, está aqui sem objectivos concretos e faz-nos rir a bandeiras despregadas, são  tiradas de génio. Toda a gente devia ler o texto dela sobre as pechinchas do Lidl (que é um reflexo das minhas idas lá, também), uma pérola cómica. O Por Falar Noutra Coisa também é sempre certeiro, espero sempre ansiosamente o consultório sentimental, todas as terças. Mas gosto de vários outros blogs, tem também muito a ver com quem os dirige, há boa gente por aqui.

5. Como costuma dar a conhecer o seu blog?

Se há coisa que me tira do sério é alguém comentar uma publicação (nem falo em posts meus, que isso nunca aconteceu, mas já vi noutros) e depois dizer vá ver o meu blog também e deixam o endereço. É que o comentário, por mais simpático que seja, perde o valor todo. Ou então pedirem para seguir o blog, porque eu não consigo fazer isso. Nem quero seguidores só porque sim, prefiro saber que as pessoas que seguem o meu blog o fazem porque o encontraram e gostaram dele, até porque não tenho grandes pretenções para este espaço. É um hobby e, como tudo na minha vida, a partir do momento que passa a ser uma obrigação, deixa de me apetecer mantê-lo. (É incrível como eu sou capaz de me levantar para trabalhar todos os dias! 😀 )

A única coisa que faço, porque não é um pedido de seguimento mas apenas uma forma de divulgar sem estrilho, é colocando o blogue em plataformas como o Blogging ou  Blogues de Portugal, e alguns grupos do facebook, desde que me tragam mais coisas boas do que chatices.

6. Qual o post que teve mais visualizações até hoje?

Este, sobre o concerto do Marco Rodrigues em Gent. Ele partilhou-o na página oficial de facebook e aquilo foram só entradas.

7. E qual o que teve mais comentário? 

Hum, não faço mesmo ideia! Há forma de ver isso?

8. Quais as principais metas do blog?

Primeiro, é para eu continuar a escrever. Se não tiver razões para escrever a sério acabo por me desleixar. Deus sabe que, mesmo assim, acabo por me desleixar, fica sempre tudo a meio. Com o blog tenho sempre um espaço para contar coisas mais pessoais – embora os posts mais pessoas não estejam neste contador, mas no meu outro blog, Que Não Sei Quê – e para postar os meus poemas e contos e, assim, também conseguir algum feedback sobre a minha escrita.

9. Como descreverias o teu blog em apenas 5 palavras?

Aqui se contam muitas histórias! 😀

10. tem alguma colecção? De Que?

Tenho! Tenho uma colecção de corujas que vem já desde os meus 21 anos! Não gasto nela rios de dinheiro – nem sequer tenho rios de dinheiro para gastar, mesmo que quisesse – mas quem me conhece vai-me oferecendo corujas e quando encontro algo mesmo giro e em conta, lá trago para casa. É claro que também colecciono livros, mas essa colecção já tem mais propósito, não é só para decoração.

11. O que não pode faltar quando sai de casa?

A carteira.

As minhas 11 perguntas: 

  1. Tens algum sítio preferido para ler? E para escrever no blog?
  2. Gelados ou chocolates?
  3. Se tivesses um super poder, qual escolherias?
  4. Um livro que tenhas lido e gostavas que fosse adaptado ao cinema?
  5. Se pudesses controlar mentes por um dia, o que farias?
  6. Se te dessem a oportunidade de dominar uma área (carreira, vida em geral, etc) para sempre, qual escolherias?
  7. Uma história que tenhas lido/visto (no ecrã) que gostavas de ter vivido?
  8. Viajar para o teu passado ou futuro (podias interagir contigo mesma)?
  9. Figura famosa já morta com quem gostarias de conversar?
  10. Um sonho – dos que se tem a dormir – que te tenha ficado guardado na memória, ou que seja recorrente (ou os dois, se for o caso)?
  11. Lista de coisas a fazer antes de morrer? 😀

Blogues que indico:

A quem me segue e tem menos de 200 seguidores, este é para vocês! (Não sei quem são, por isso acusem-se!)

Carina Pereira

 

Anúncios

6 thoughts on “Tag Liebster Award

    • contadordestorias diz:

      Obrigada eu por me nomeares, gostei muito de fazer isto, mas como gosto de fazer as coisas com calma demorei mais tempo! Porta chaves também é giro, então se viajares fica uma colecção bem bonita! E não ocupa tanto espaço como a minha, acredita que quando tive de me mudar estar a embrulhar aquilo tudo!!! 😀

      Gostar

  1. miadosantos1 diz:

    Carina, pela parte que me toca, agradeço muito a referência às pechinchas do LIDL, e ao respetivo post, pois posso garantir que foi exatamente assim, sem pôr nem tirar. E é verdade que ando aqui sem pretensões
    beijinhos bom fim de semana,
    Mia.

    Liked by 1 person

    • contadordestorias diz:

      Andei à procura desse post e não o encontrei mais! E acredito que assim seja, porque comigo passa-se o mesmo, excepto que eu raramente tenho o bom senso de ir trocar as coisas! Mas gosto muito do que escreves, vem sempre com humor e é quase sempre inesperado! beijinhos e bom fin-de-semana também!

      Gostar

    • contadordestorias diz:

      Holandês é do diacho! Em termos gramaticais então, têm cada regra e depois percebê-los lá com os dialectos todos! O pior é que eu falo muito, mesmo em holandês, e nem sempre consigo ter o vocabulário que é preciso para tanta “faladura” eheheh! Também tive alemão por três anos na escola secundária e, sinceramente, são tão parecidas que às vezes já nem sei o que sei em alemão ou se é apenas de o saber em Holandês! Aqui fala-se holandês, por isso teve de ser. O italiano é mesmo só base, uma vez por semana, e depois deste ano vou parar. É bom ter uma noção da língua, porque acho o Italiano muito bonito. Beijinhos!

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s