Comprei rosas.

Passei numa florista e comprei umas rosas cor de tijolo-claro, que olhavam para mim da bancada. Dias depois, comprei um vaso, bonito mesmo, para pôr as minhas rosas. Aliei-me ao google, peguei no pouco de terra que tinha num saco perdido na despensa, e troquei as rosas de vaso. Ignorei alguns passos; não coloquei o vaso com furinhos no fundo dentro do vaso novo, tão bonito, porque não cabia. Replantei as minhas rosas nesse vaso sem furinhos. As minhas rosas pareceram não gostar. Perguntei à minha mãe, que me disse que o vaso tinha de ter furinhos. E que não se podia regar as rosas todos os dias, ou a raíz apodrecia. E eu, que até ali, regara todos os dias!
Andei a olhar para as minhas rosas, a ver os botões novos a nascerem já a custo, e decidi que era tempo de operar de novo, correndo o risco de matar as minhas rosas de vez. Peguei na terra, sacrifiquei um ramo de salsa já meio morto para roubar um vaso com furinhos, e mudei as minhas rosas de sítio, coloquei-as na mesma no vaso bonito que comprei para elas, mas desta vez com o vasinho com furinhos no fundo lá dentro, como deve ser.
Agora é esperar um milagre.

Carina Pereira

DSCF8884.JPG

Anúncios

2 thoughts on “Comprei rosas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s