Perguntas E Respostas

Fui indicada pelo blog CinemaDeApartamento (Obrigado!) a responder a duas Tags,por isso vou deixar neste mesmo post as respostas das duas, e convido aqueles que me seguem a responderem também, se acharem as perguntas interessantes! É uma forma de os vossos seguidores conhecerem um pouco mais de vocês também.

*

[TAG] Matérias Literárias

Matemática: Um livro que a maioria critica

Qualquer um de Nicholas Sparks. Bem sei que o meu amor pelos livros do autor é mais morno agora do que antes, mas continuo a achar que as histórias, tendo a mesma base de romance, são bonitas e interessantes. E fazem-me sempre chorar, por isso quão más podem ser? Pelos temas que escreve – sempre o amor – o autor é bastante criticado, mas eu continuo a gostar e apreciar as histórias que ele conta.

Português: Um livro com uma escrita difícil de ser lida

Tentei ler Frankenstein mas, embora a história me tivesse cativado, a escrita não o fez. Não é que seja propriamente difícil, mas há autores que podiam descrever a minha casa, que sei de cor, em cem páginas e eu ia continuar a lê-los – estou a olhar para ti, José Eduardo Agualusa – e depois há autores que, por mais interessante que a históriaseja, não me prendem com a sua escrita.

Isto não responde à pergunta mas não me consigo lembrar de nenhum autor que tenha lido em Português com uma escrita muito complicada de entender. Em Inglês tentei ler o Game of Thrones, mas depois do primeiro livro recorri ao Português, pois o Inglês usado era demasiado complexo para mim.

História: Um livro que conte a história real de alguém ou de algum lugar

Nem sempre gosto de histórias verídicas. Acho que nós usamos a literatura para fugir à realidade e saber que aquilo aconteceu – e as histórias verídicas mais propícias a serem contadas são as mais tristes – deixa-me, por vezes, um pouco impressionada. Mas li “Queimada Viva.” Faz-nos pensar em coisas que estão enterradas lá no fundo da nossa mente mas que tantas vezes as deixamos lá ficar, para não fazer mossa, para não nos preocuparmos. É aflitivo e, mais uma vez, deixou-me vazia ao fazer-me pensar na crueldade que há no mundo.

Biologia: Um livro que tenha animais

Acho que os +unicos lvros que li que continha animais, embora esses não fossem personagens principais, foram os de “Uma Aventura” e “O Grupo Dos Quatro” quando era mais miúda. E o “Água Para Elefantes” que era num circo. Nunca li nenhum livro inteiramente com animais ou, se o fiz, não me recordo agora.

Física/Química: Um livro que leu e não lembra quase nada 

Ui, tantos! Há livros qque li há tanto tempo que, tendo uma ideia daquilo que fala a história, não a consigo contar com pormenores suficientes.

Geografia: Um livro em que a história passe em um país/cidade pouco conhecida

Quase todos os lvros do Nicholas Sparks são passados em pequenas cidades da América do Norte, por isso não me alongo e escolho já estes.

Inglês: Um livro que se passe nos EUA ou algum país que fale a língua.

Li muitos livros passados nos Estados Unidos, mas se vamos abranger qualquer país onde se fale o Inglês então eu vou escolher os livros de Harry Potter. São dos meus favoritos, ocupam um lugar no meu coração que poucos livros ocupam. Vou amá-los para sempre.

Artes: Um livro que envolva artes/cultura em geral.

Uma biografia de Vincent Van Gogh – eu gosto tanto do homem, nem sei bem porquê, gosto dele e pronto – que incuía também algumas cartas que ele trocou com o irmão. Nunca acabei de o ler, por qualquer razão. Hum.

Educação Física: Um livro sobre esportes ou aparência física.

Eu não tenho por costume ler livros de “acompanhamento” ou ajuda, ou que não tenham uma história fictícia.

*

[TAG] De Tudo Um Pouco

1. Qual o seu estilo musical preferido?

Eu ia dizer que não tenho um estilo musical preferido, mas neste momento ia estar a mentir. Adoro Fado. O Fado tomou assim uma proporção estranha na minha vida neste último ano. Não que me queixe, deve ter sido a melhor coisa que me aconteceu, se esquecermos o quanto eu sofro por não poder ver os meus artistas favoritos em concerto tão regularmente quanto desejo.

Mas gosto de quase todos os estilos musicais: jazz, rock, pop. Só não tenho paciência para Heavy Metal. Para terem noção eu tanto estou a ouvir o António Zambujo, ou o Marco Rodrigues que me tem acomoanhado muito nestas últimas semanas, como vou buscar o Frank Sinatra e de seguida recordo os meus My Chemical Romance, banda que infelizmente já se separou. E os Mumford and Sons, adoro-os, embora tenha de admitir que aquilo sem banjos já não é a mesma coisa.

2. Qual peça de roupa é a sua queridinha do momento?

Um vestido que comprei online e que, devido às condições climáticas, ainda não consegui usar.

3. Qual dos seus esmaltes são mais divos, marca e cor?

Ei, perguntar-me logo isto a mim. Eu só usei, em toda a minha vida, vernizes da Risque e um ou outro da Andreia. Da marca Andreia, não de uma amiga chamada Andreia. Por isso não sou uma expert nestas coisas de beleza.

Cores? Normalmente só uso preto. A fase emo em mim nunca morreu. Também já cheguei a usar, uma ou outra vez, vermelho e até um castanho escuro, mas preto é o meu favorito. Gosto da cor preta, embora para casamentos e afins opte por cores mais subtis.

4. Shorts ou saia, e por quê?

Depende da ocasião. Na verdade não tenho nenhuma saia, mas tenho uns calções giros que uso só no pico do Verão, e gosto de vestidos.

5. Cabelo liso ou cacheado?

Adoro cabelos aos caracóis. O meu é assim um bocado estranho, nem liso nem ondulado nem coisa nenhuma. MAs se eu o deixar ao natural tem umas pequenas ondas nas pontas, gosto mais dele assim.

6. Salto ou sapatilha?

Sapatilha! Mil vezes sapatilha. Aliás, não possuo um único par de saltos, altos ou baixos. Vivam as sapatilhas e as sabrinas, minhas amigas do coração.

7. Brigadeiro ou sorvete?

Gelado! É um dos amores da minha vida e vai com tudo. Então enrolado num crepe! Maravilha!

8. Doce ou salgado?

Doce. Sou muuuuito gulosa. Também gosto de salgados, para desenjoar, mas se só pudesse escolher um para o resto da vida… morria balofa, mas feliz.

9. Como você define seu estilo?

Basicamente o que eu olhar e gostar tanto da peça como da etiqueta do preço.

10. Você é um tipo de mulher consumista ou só compra o básico?

Compro coisas de que não preciso, gosto de comprar coisas. Mas se não puder, ou se for demasiado caro, também não compro.

11. Você se considera vaidosa?

Não, nem por isso.

*

(E pronto, já acabou!)

Carina Pereira

Anúncios

3 thoughts on “Perguntas E Respostas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s