Erro Crasso

Saiu de casa de manhãzinha

Carregando um guarda-chuva de sonhos e possibilidades;

Quando à noite voltou

O guarda-chuva não passava de um guarda-chuva.

Cresce, disseram-lhe,

E ela questionou-se porque, para crescer,

Tinha de matar tudo o que era sonho.

Pegou em gotas de chuva e fez um par de brincos

E todos a invejaram,

Sem se darem conta de que a chuva estava alí

À mão de semear.

De manhãzinha diziam-lhe:

Podes ser o que quiseres;

À noite bradavam: Cresce.

Cresceu

Erro crasso.

Carina Pereira, 14 de Março de 2015

in “Raízes”

Anúncios

3 thoughts on “Erro Crasso

    • contadordestorias diz:

      Acho que as pessoas incentivam as crianças a serem inventivas mas assim que crescemos mais parece que temos de levar somente com a tampa da realidade. Eu acho que desde que não se envelheça por dentro as coisas vão correndo bem! E obrigado! 😉

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s