Fazer De Conta (E Viveram Felizes Para Sempre)

Título longo, música curta.

Parece que a dor de cabeça às vezes se traduz em inspiração e em vez de não me deixar fazer nada, fez-me criar mais uma letra. Esta até veio com música, acompanhada pela guitarra – se se pode chamar isso ao meu tosco dedilhar.

A letra fica já aqui. Depois, lá pra Quinta-Feira, gravo a melodia para vocês ouvirem.

*

Ela chegou, carregando a vida

Afogou a sorte num copo de gin

Ele a olhou, procurando um norte

Uma âncora, um amor sem fim

Não lhe falou, não lhe disse

“A minha vida, fá-la tua”

E ela chorou nas pedras da calçada

Foi vender amor para a rua


Vem, esta noite faz assim

Andamos os dois à toa

Nenhum sabe bem viver

Vamos fazer de conta


Ele chegou, carregando a vida

Vazia, tão vazia de certezas

Ela o olhou, despedaçando a solidão

Que se sentara com ela à mesa

E partiram para um outro depois

Para um final sem final algum

Ele lhe disse “A minha vida, fá-la tua”

Ela fez dele o seu lugar-comum


Vem, esta noite faz assim

Andamos os dois à toa

Nenhum sabe bem viver

Vamos fazer de conta

Vem, esta noite faz assim

Andamos os dois à toa

Nenhum sabe bem viver

Podemos fazer de conta

Carina Pereira

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s